Dois policiais e um delegado são mortos na Bahia

Polícia ainda não sabe as circunstâncias das mortes, mas suspeita que os criminosos queriam roubar a moto do soldado e teriam identificado os ocupantes como policiais

Agência Estado |

Agência Estado

Um soldado da Polícia Militar, um policial rodoviário e um delegado da Polícia Civil foram assassinados na Bahia em duas ações criminosas, investigadas inicialmente como assaltos pela polícia. Os policiais foram mortos quando seguiam, em uma motocicleta, para um curso de formação de cabos da PM, em Feira de Santana, 110 quilômetros a oeste de Salvador, no fim da tarde de quarta-feira (7).

O soldado Raimundo da Paixão, que conduzia a moto, morreu no local. O policial rodoviário Wilson Santos chegou a ser atendido no Hospital Geral Clériston Andrade, passou por uma cirurgia, mas não sobreviveu aos ferimentos. A polícia ainda não sabe as circunstâncias das mortes, mas suspeita que os criminosos queriam roubar a moto do soldado e teriam identificado os ocupantes como policiais. Apenas as armas foram levadas pelos bandidos.

Na noite de quarta, o delegado plantonista da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos de Salvador, Eduardo Santana Lima, de 35 anos, foi rendido, quando chegava em casa, no bairro de Barbalho, em Salvador, por dois homens armados, que anunciaram o assalto. O delegado teria reagido e lutado com um dos assaltantes, mas levou quatro tiros antes de a dupla fugir com seu carro.

Lima foi levado ao Hospital Geral do Estado, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na manhã desta quinta-feira (8). O veículo roubado, um Gol branco, foi localizado à tarde, no bairro da Boca do Rio, na orla de Salvador. A polícia ainda não identificou os assaltantes.

    Leia tudo sobre: crimeassassinato

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG