Motorista de ônibus, que não teve a identidade revelada, teria sido afastado da empresa Axé, de Salvador, por problemas de comportamento

Agência Estado

Afastado havia um mês da empresa de transporte coletivo Axé, de Salvador, um motorista de ônibus - que não teve a identidade revelada - quase provocou uma tragédia na manhã desta quinta-feira. Aproveitando um momento de descuido do fiscal de operações da empresa na Estação Pirajá, ele entrou em um ônibus que estava estacionado no local e tentou jogar o veículo de cima do viaduto por onde saem os coletivos, que passa sobre a mais movimentada rodovia da Bahia, a BR-324.

Leia também: Atirador fere três pessoas no centro de São Paulo; polícia negocia rendição

O ônibus ficou pendurado com parte do eixo traseiro para fora do viaduto. Um trecho da mureta de proteção foi destruído e caiu sobre uma área de matagal ao lado da estrada. Não há informações sobre feridos.

De acordo com informações do Sindicato dos Rodoviários da Bahia, a ação ocorreu por volta das 6h30, momento de movimento intenso na estação. O motorista, que havia sido afastado da empresa por "problemas de comportamento", segundo o sindicato, percebeu a ausência do fiscal na plataforma da estação e entrou no ônibus, que estava ligado, mas sem passageiros.

No comando do veículo, o motorista deixou a estação pelo viaduto, parou o ônibus e engatou a ré, manobrando na direção da mureta de proteção. Como o movimento de automóveis no local era intenso e o trânsito estava carregado, porém, ele não conseguiu atingir velocidade suficiente para fazer com que o coletivo quebrasse a mureta e despencasse. O motorista tentou fugir do local, mas acabou detido por pessoas que estavam na região. De acordo com o sindicato, ele foi levado ao Hospital Juliano Moreira, referência em psiquiatria na cidade.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.