Presídio registra segundo assassinato de detento nesta semana na Bahia

Dois dias após um preso matar seu colega de cela a facadas, um condenado por homicídio foi morto por golpes de pedra na cabeça, no Complexo Penitenciário da Mata Escura

Agência Estado |

Agência Estado

A Penitenciária Lemos Brito, a maior do Complexo Penitenciário da Mata Escura, em Salvador, registrou, na madrugada desta quarta-feira o segundo assassinato de detento por colega de cela na semana. Condenado por homicídio, Marcos Vinicíus da Silva Ferreira, de 40 anos, foi morto, por golpes de pedra na cabeça, pelo preso Carlos Alberto Santos, de 23, que cumpre pena por furto. A polícia ainda não esclareceu o motivo das agressões, mas testemunhos de outros detentos indicam que agressor e vítima vinham discutindo frequentemente há dez dias.

O outro caso:  Detento mata colega de cela a facadas em penitenciária na Bahia

Na madrugada de segunda-feira, o detento Alex dos Santos Silva, de 26 anos, havia assassinado a facadas o colega de cela Reginaldo Souza dos Santos, de 46. Os dois cumpriam pena por furto e Silva alegou que estava sendo ameaçado de morte pela vítima como justificativa para o crime. Segundo a administração do complexo, não há indícios de relação entre os crimes.

Outro caso de homicídio de detento foi registrado na manhã desta quarta-feira na carceragem da Delegacia de Eunápolis, no sul da Bahia. De acordo com policiais da unidade, Leandro Souza Santos, de 28 anos, foi morto com golpes de vigas de ferro por três colegas de unidade durante o período de banho de sol. Ele chegou a ser levado com vida ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos. Segundo a polícia, o motivo do crime foi vingança. Santos foi apontado pelos colegas como responsável pelo vazamento de um plano de fuga da unidade, que ocorreria na semana passada.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG