Grave acidente entre van e carreta deixa dez mortos em estrada na Bahia

Segundo a polícia, motorista da van dormiu ao volante. Nove pessoas morreram na hora e uma, ao dar entrada no hospital, em Salvador

iG São Paulo | - Atualizada às

AE
Colisão entre van e carreta, no início da manhã desta terça-feira, na BR-324, em Candeias (BA)

Dez pessoas morreram em um grave acidente envolvendo uma van e uma carreta no início da manhã desta terça-feira (3) no Km 591 da BR-324, região metropolitana de Salvador. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), nove pessoas que viajavam de Saubará à Salvador morreram na hora e uma morreu após dar entrada no Hospital Geral do Estado, em Salvador. Outros três seguem internados unidade, um deles em estado grave. Um homem foi medicado e liberado ainda pela manhã. Dois homens, entre eles o motorista da van, estão internados em estado grave no Hospital do Subúrbio.

No total, 16 pessoas ocupavam o veículo. Ao colidir na lateral esquerda da carreta, a van - licenciada em Santo Amaro, na Bahia - rodopiou na pista e bateu novamente na carreta ficando presa nela. A BR-324 tem pista dupla nesta região. Ainda de acordo com a PRF, o velocímetro da carreta indica que ela trafegava com velocidade compatível.

O condutor da carreta, Valdeci Cunha, não ficou ferido no acidente. Ainda no local, ele relatou a agentes da Polícia Rodoviária Federal não ter entendido como ocorreu a colisão. Disse que notou a aproximação da van e que não mudou a velocidade ou a trajetória do veículo, apenas sentiu o impacto. A batida danificou o eixo traseiro da carreta, que ficou presa no local. O acidente interrompeu o trânsito de veículos na região por três horas, causando cerca de 20 quilômetros de congestionamento na rodovia, a mais movimentada da Bahia, sentido Feira de Santana-Salvador. Mesmo após a liberação da pista, a presença da carreta no acostamento continuou chamando a atenção de curiosos, causando lentidão no local.

Segundo a Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia (Agerba), a van, registrada em Santo Amaro, no Recôncavo Baiano, no nome do motorista, não tinha permissão para transportar passageiros e estava com a vistoria vencida desde 30 de setembro. O proprietário chegou a pedir nova vistoria, que foi negada pela agência por falta de vínculo dele e do veículo com empresas ou administrações públicas que justificassem viagens comerciais. Um inquérito policial foi instaurado na Delegacia de Candeias para investigar as causas do acidente.

Segundo a perícia da PRF, o motorista da van dormiu ao volante. As investigações foram concluídas e o local foi liberado. 

Com Agência Estado

    Leia tudo sobre: acidentevancarretabahia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG