Queda de potência no motor fez piloto aterrissar em rodovia, que não tinha tráfego de veículos. Ninguém ficou ferido

Agência Estado

O monomotor Cessna Caravan prefixo PR-ARZ que transportava 11 integrantes da banda do cantor Amado Batista foi forçado a fazer um pouso de emergência, na manhã desta segunda-feira, na BA-262, entre as cidades de Vitória da Conquista e Aracatu, no sudoeste da Bahia.

Veja especial sobre desastres aéreos

De acordo com informações da assessoria de imprensa do cantor, que não estava a bordo, o avião seguia de Itiruçu, 329 quilômetros a oeste de Salvador, onde Batista havia se apresentado domingo, com destino a Montes Claros (MG), onde seria abastecido para continuar viagem até São Paulo. O piloto teria percebido uma queda de potência no motor e decidido pelo pouso na estrada, que não tinha tráfego de veículos no momento.

Ninguém ficou ferido e o avião, que ficou estacionado no acostamento da rodovia, não sofreu avarias. Uma equipe de mecânicos foi enviada de Goiânia (GO) ao local do pouso para reparar o monomotor. Os integrantes da banda seguiram para São Paulo em um voo comercial.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.