SALVADOR - Renato Guido, piloto de um avião de pequeno porte precisou fazer um pouso forçado na manhã desta sexta-feira, na localidade de Castro Alves, município de Santa Terezinha, na Bahia, distante cerca de 201 Km de Salvador. A princípio a suspeita era de que a aeronave teria caído, mas de acordo com o prefeito da cidade, José Luís Pedreira, que esteve no local do acidente, o piloto conseguiu pousar e sair do equipamento, que entrou em combustão.

Renato Guido contou que iria abastecer, quando percebeu que o pequeno avião "afundava", como ele descreveu para o prefeito. Ele optou por pousar na área de mata, evitando cair sobre a área urbana. Moradores da região viram o avião sobrevoar a cidade em um vôo rasante, fazendo um barulho forte e depois pousando.

A aeronave saiu de Natal (RN), abasteceu em Feira de Santana (BA), seguia para Amargosa (BA) para novamente abastecer e depois continuar viagem até Ribeirão Preto (SP), sua cidade de origem. Na aeronave há a inscrição Aplitec Aero-agrícola Ltda. 

A ocorrência foi registrada na 27ª Companhia da Polícia Militar em Cruz das Almas por populares, que viram fumaça na região. A Companhia enviou uma equipe para o local, uma área que costuma ser usada para a prática de vôo livre.

Funcionários do Hospital Edite Nogueira Rangel, em Santa Terezinha, disseram que populares ligaram pedindo uma ambulância, informando que uma pessoa estava ferida.

Leia mais sobre: acidentes aéreos

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.