Avião da TAM pode ter visto supostos destroços, diz Alencar

RIO DE JANEIRO (Reuters) - Tripulantes de uma avião da TAM que chegou ao país nesta madrugada podem ter avistado o que seriam supostos destroços do Airbus da Air France desaparecido na noite de domingo, disse o presidente em exercício José Alencar. Há uma notícia, mas muito vaga, de um avião aqui do Brasil --da TAM--, que teria visto alguma coisa pegando fogo numa região do Atlântico, disse Alencar a jornalistas no Aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, onde foi prestar solidariedade a familiares das pessoas que estavam a bordo do voo AF 447, que partiu do Rio de Janeiro a Paris na noite de domingo com 228 pessoas a bordo.

Reuters |

A Força Aérea Brasileira (FAB) confirmou que um avião da TAM que fazia a rota contrária ao da Air France -- vinha da Europa para o Brasil-- avistou "pontos alaranjado" no oceano.

"Poderiam ser (destroços), mas ainda não se sabe", disse Alencar. "A FAB está procurando informações mais detalhadas sobre isso", acrescentou

A TAM informou que não comentaria por enquanto as declarações de Alencar.

Alencar disse ter ido ao Galeão a pedido do presidente Luiz Inácio Lula da Silva para "prestar solidariedade" aos parentes dos passageiros do voo AF 447, que desapareceu no sobre o oceano Atlântico.

Lula está em viagem oficial a El Salvador, onde acompanhou a posse de Mauricio Funes como presidência desse país. A programação de Lula inclui ainda visitas a Guatemala e Costa Rica.

"Ele (Lula) falou que seu eu não pudesse vir (ao Galeão), ele voltaria (de viagem)", disse Alencar, que recentemente voltou de uma viagem dos Estados Unidos onde passou por um tratamento de um câncer.

"Ele vai prosseguir em viagem para cumprir compromissos importantes para o nosso país", acrescentou.

Segundo informações da Air France, 58 brasileiros estavam a bordo do voo AF 447.

(Reportagem de Rodrigo Viga Gaier no Rio de Janeiro, com reportagem de Fernando Exman em Brasília; Texto de Eduardo Simões, Edição de Maria Pia Palermo)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG