Avião da Air France pode ser encontrado até 4ª feira

O jato da Air France que ia do Rio de Janeiro para Paris e caiu, no Oceano Atlântico, com 228 pessoas a bordo, ano passado, pode ser encontrado até quarta-feira, afirmou hoje o chefe da agência francesa de investigação de acidentes (BEA, pela sigla em francês). Os sinais transmitidos pelas caixas-pretas do avião, detectados nas profundezas do Oceano Atlântico, foram analisadas na semana passada com a ajuda de uma nova tecnologia que ajudou a estreitar a zona de buscas.

iG São Paulo |

O jato da Air France que ia do Rio de Janeiro para Paris e caiu, no Oceano Atlântico, com 228 pessoas a bordo, ano passado, pode ser encontrado até quarta-feira, afirmou hoje o chefe da agência francesa de investigação de acidentes (BEA, pela sigla em francês). Os sinais transmitidos pelas caixas-pretas do avião, detectados nas profundezas do Oceano Atlântico, foram analisadas na semana passada com a ajuda de uma nova tecnologia que ajudou a estreitar a zona de buscas.

O chefe das investigações, Alain Bouillard, disse que, se o avião for encontrado na área onde os sinais das caixas-pretas foram detectados, isso sugere que ele deu meia volta após atingir a última posição registradas pelos controladores de tráfego. "É uma hipótese provável", disse ele. "A questão é por quê?"

O chefe da BEA, Jean-Paul Troadec, disse que especialistas em sonar da empresa francesa Thales continuam a estudar os dados das primeiras buscas, quando as caixas-pretas ainda emitiam sinais. Usando as novas informações analisadas, os esforços de buscas estão concentrados numa zona de 10 quilômetros por 20 quilômetros, dois terços da qual já foram exploradas.

Troadec disse que os investigadores irão primeiro tentar encontrar resquícios do avião e então procurar as caixas-pretas, sem as quais as causas do acidente nunca serão conhecidas. Submarinos não tripulados estão realizando buscas na área, disse ele.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG