Avião cai em shopping de Goiânia e mata duas pessoas

Um avião monomotor caiu no início da noite desta quinta-feira no Pátio do Flamboyant Shopping Center, o maior da cidade de Goiânia. Segundo a Polícia Militar (PM), na queda morreram duas pessoas: o piloto do avião, Kleber Barbosa da Silva, de cerca de 30 anos, e a sua filha, Penélope Barbosa Correia, de 5 anos. De acordo com a PM, a aeronave caiu sobre 12 veículos parados no estacionamento do shopping.

Redação com agências |

AE
Destroços do avião no estacionamento do shopping
Destroços do avião no estacionamento do shopping

Segundo informações da assessoria de imprensa da polícia, a aeronave foi roubada em Luziânia, nas proximidades de Brasília, e sobrevoou a capital de Goiás por cerca de duas horas e meia.

Em nota, a Força Aérea Brasileira (FAB) afirmou que o monomotor pertencia ao aeroclube de Brasília. Também disse que tão logo foi notificado, o Comando de Defesa Aeroespacial Brasileiro ordenou que outras aeronaves decolassem em alerta de defesa aérea.

A FAB também diz que, até o momento da colisão, os órgãos de controle do tráfego aéreo não haviam conseguido contato pelo rádio com o piloto do avião roubado.


Antes de cair, o avião, de prefixo PT-VFI, fez algumas manobras perigosas, segundo testemunhas. Várias viaturas do Corpo de Bombeiros e da PM estão na região, que permanece isolada, mesmo após a retirada dos corpos das ferragens. O objetivo é fazer a perícia do local e tentar entender o que provocou a queda.

AE

De acordo com o coronel Mauro Douglas Ribeiro, a PM trabalha com a hipótese de vingança familiar: o homem roubou o avião após uma briga com a mulher, a quem teria agredido e jogado de um carro em movimento na rodovia BR-53. A estrada passa por Luziânia e vai em direção ao Distrito Federal. Em seguida, ele foi com a filha do casal até o Aeroclube de Brasília.

Descontrolado, o homem ainda teria conversado com seu cunhado pelo celular, dizendo que iria se matar. Kléber possuía autorização para voar, mas ainda não se sabe como ele conseguiu entrar no avião. A mulher está internada no Hospital de Urgências de Goiânia.

As investigações vão avaliar se, antes da queda, havia combustível na aeronave, que ficou completamente destruída, para verificar se a colisão foi realmente proposital.

Por medidas de segurança, o aeroporto de Goiânia foi fechado entre as 18h e as 19h30, e, no momento, opera normalmente. Segundo a polícia, não há feridos e o shopping foi esvaziado, sem haver riscos de explosões. Não havia ninguém dentro dos carros atingidos pelo avião.

Veja o local do acidente:



Exibir mapa ampliado

Veja o vídeo:

(*c om informações das agências Estado e Reuters)

Leia mais sobre: queda de avião

    Leia tudo sobre: aviõesgoiásgoiânia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG