Autoridades recorrem a orações contra chuva na virada

RIO DE JANEIRO - Quando praticamente todos os institutos de meteorologia preveem chuva para o réveillon do Rio, resta às autoridades - que gastaram milhões em festas espalhadas por toda a cidade - orar. É isso que tem feito o secretário de Turismo da Prefeitura (Riotur), Antonio Pedro Figueira de Melo há um mês, conforme ele relata ao iG.

Sabrina Lorenzi, iG Rio de Janeiro |

Prefeitura planeja choque de ordem no réveillon de Copacabana

Sou católico apostólico romano. Estou pedindo a Deus para que a chuva não estrague a festa. Peço isso toda hora, há um mês, afirmou o secretário. A chuva deu uma trégua em Copacabana no final desta tarde. A Climatempo prevê que a chuva deve cair com menos intensidade à noite. A possibilidade de chuva no Rio na hora da virada para 2010 é alta, mas a chuva não deve ser forte, cita em seu boletim .

O prefeito Eduardo Paes disse nesta semana que pediu rezas a pessoas de religiões diferentes para afastar o mau tempo, como por exemplo a um amigo pastor. Paes teria também pedido à Fundação Cobra Coral, que recorre ao espiritismo com o objetivo de evitar problemas climáticos, para dar uma força na hora da festa. Foram montados quatro palcos em Copacabana, com bandas renomadas e a tradicional queima de fogos .

Melo, por sua vez, disse ao iG que vai pedir a Deus ¿ e não a outras entidades ¿ para que a chuva não caia durante a festa. Eu, pessoalmente, vou pedir a Deus. Mas respeitamos a diversidade das religiões (¿) Não tem esse negócio de divisão, porque Deus está acima de tudo e de todos.

A assessoria de imprensa da Prefeitura informou que a contratação da Fundação Cobra Coral para evitar problemas climáticos durante festas na cidade foi realizada durante a gestão anterior, do prefeito César Maia. E que o convênio não é diretamente com a Prefeitura, mas subcontratado.

Governos de Santa Catarina, Rio Grande do Sul e São Paulo também já teriam recorrido à fundação Cobra Coral para garantir o sucesso de festividades, segundo o site da Fundação. O governador José Serra teria chamado a organização para a visita do papa Bento 16 à cidade.

A Fundação Cacique Cobra Coral foi criada para intervir nos desequilíbrios provocados pelo homem na natureza. Fundada por Ângelo Scritori e tendo a frente sua filha Adelaide Scritori também médium que incorpora o espírito e mentor Cacique Cobra Coral que também já teria sido de Galileu Galilei e Abraham Lincoln, define-se a fundação em seu site.

    Leia tudo sobre: reveillon

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG