Autoridades lamentam a morte de Olavo Setubal

SÃO PAULO - O presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP) e do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (CIESP), Paulo Skaf, e o prefeito da cidade de São Paulo, Gilberto Kassab, lamentaram a morte do empresário e banqueiro Olavo Setubal na manhã desta quarta-feira. Setúbal morreu aos 85 anos, de insuficiência cardíaca.

Redação |

Skaf afirmou que o empresário Olavo Setubal era um exemplo de ética, coragem, e visão empreendedora. Skaf divulgou nota lamentando a morte do empersário.

Já Kassab disse que o banqueiro "foi um dos grandes prefeitos da história da Cidade de São Paulo". Setubal foi colocado como referência, por seu caráter, idoneidade e pela sua formação. O prefeito concluiu que "o Brasil perde um grande homem, um grande empresário, um grande homem público".

Veja a íntegra da nota de Skaf:

"Perdemos um dos nossos mais dignos exemplos de homem capaz de com a mesma ética, coragem, visão empreendedora e força de trabalho , exercer atividades e realizar projetos vencedores, beneficiando o povo e o Brasil, tanto na iniciativa privada quanto na vida pública. Olavo Setúbal deixa-nos a certeza de que o seu passado de bons exemplos não pode ser jamais esquecido."

Veja a íntegra da nota de Kassab:

"Olavo Setúbal foi um dos grandes prefeitos da história da Cidade de São Paulo. Para todos que militam na vida pública, ele é uma referência, por seu caráter, idoneidade e pela sua formação. Os cargos que ocupou na vida pública, exerceu com muito espírito público e seriedade, seja como prefeito seja como ministro das Relações Exteriores. O Brasil perde um grande homem, um grande empresário, um grande homem público. Quero manifestar também, em nome da Cidade de São Paulo, os sentimentos de solidariedade a sua família."

Leia mais sobre Olavo Setubal

    Leia tudo sobre: itaúmorte

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG