Autor de vídeo com religioso quer sair de Arapiraca

Jovem que gravou cenas entre colega de 20 anos e monsenhor afirma que não pode mais circular na cidade devido à repercussão do cas

Matheus Pichonelli, enviado a Arapiraca |

Com uma câmera digital na mão, o jovem Cícero Flávio, de 22 anos, entrou na casa do monsenhor Luiz Marques Barbosa, de 82 anos, e gravou o religioso em ato sexual com o amigo Fabiano Silva Ferreira, de 20 anos. O vídeo ganhou repercussão nacional após ser exibido em audiência na CPI da Pedofilia. O monsenhor, diante do vídeo, reconheceu que havia praticado ato sexual com o ex-coroinha, mas disse que tinha sido apenas aquela vez.

Matheus Pichonelli
Vista da paróquia São José na rua da casa onde foi gravado vídeo entre coroinha e monsenhor

Autor do vídeo e ex-coroinha, assim como Ferreira, o jovem, hoje com 22 anos, diz não ter opção se não sair de Arapiraca, em Alagoas. Tenho que seguir a vida em outro Estado. E acho que os outros dois [Fabiano e Anderson Silva, que também afirma ter sofrido abusos] vão tomar o mesmo desatino.

Suposta vítima de abusos desde a adolescência, Cícero diz que pretende fazer faculdade de Direito após retomar os estudos - tem só o ensino médio completo. "Eu era vendedor de confecções antes, mas agora estou parado com tudo isso".

Das coisas que perdeu, diz sentir falta das funções mais elementares a um jovem da sua idade, como sair à rua e passear. "A cidade está dividida. Tem quem protege os padres e quem nos protege. Mas não dá pra sair de casa mais", diz, sério, o rapaz que hoje mora com os pais".

Leia mais sobre Igreja Católica


    Leia tudo sobre: pedofilia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG