Autor da PEC do terceiro mandato desiste da proposta

O deputado federal Jackson Barreto (PMDB-SE) desistiu da empreitada de tentar tornar viável um terceiro mandato para o presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O autor da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que propunha a possibilidade de duas reeleições para ocupantes de cargos executivos disse hoje que não entrará com recurso contra a decisão da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, que arquivou a proposta por unanimidade na tarde de ontem.

Agência Estado |

"Não vou entrar com recurso. Não vou fazer papel de Dom Quixote. Isso não vai ter resultado", lamentou. O deputado poderia entrar com recurso contra a decisão da CCJ diretamente no plenário da Casa. "Até poderia entrar com recurso e, se fizesse, conseguiria todas as assinaturas para viabilizar a proposta novamente. Mas meu objetivo não é ficar na mídia. Não quero fazer sucesso." Barreto culpou o PMDB pela proposta de um terceiro mandato não ter passado pela comissão. "Faltou o apoio do PMDB, que tanto me estimulou a levar a PEC adiante. Recebi apoio de praticamente todos os deputados do partido. Só não fui estimulado pelo presidente da Casa (Michel Temer - PMDB/SP)", afirmou.

O parlamentar ainda rebateu a tese do relator da proposta, o deputado José Genoino (PT-SP), para quem a PEC de Barreto é "inconstitucional" e "fere o princípio federativo". "São muito fracos os argumentos do Genoino. A proposta não fere democracia nenhuma. Se reeleição fere democracia, a maior parte dos deputados tem de voltar para casa", ironizou. Sobre o motivo de ter se empenhado tanto para tentar tornar viável um terceiro mandato para o presidente Lula, Barreto disse que só atendeu à vontade do povo que o elegeu. "Uma pesquisa feita aqui em Sergipe mostrou que quase 80% da população quer o Lula por mais quatro anos. Só fiz o meu papel", justificou.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG