Autor americano relaciona bagunça em casa a excesso de peso

Uma despensa bagunçada e seus quilinhos extras podem estar relacionados. É o que defende o organizador profissional Peter Walsh, autor de Engordei ou minha roupa encolheu?.

Agência Estado |

Segundo ele, uma despensa bem arrumada e uma cozinha funcional podem fazer maravilhas pela sua aparência. No livro, ele afirma que a casa é o reflexo do que se é e a cozinha da forma como se alimenta. Walsh descobriu a relação entre bagunça e excesso de peso após organizar a baderna de inúmeras casas no programa Chega de Bagunça , exibido no Brasil pelo Discovery Home & Health.

"Ao ajudar as pessoas a arrumar suas casas, percebi que o problema não era só a tralha. Depois que elas passavam a ter foco nas vidas que queriam, e no que precisavam para isso, elas começavam a transformar não só as casas, mas todas as áreas da vida, como locais de trabalho, carreiras, relacionamentos e atitudes em relação ao corpo", diz. Segundo o autor, quando se começa a pensar na qualidade de vida que se quer, passa-se a fazer escolhas melhores. "A casa, especialmente a cozinha, deve ser um lugar que nutre a família. Ao arrumar a casa e ao organizar a cozinha, a despensa, as compras e os planos alimentares, se faz escolhas mais claras para uma saúde melhor."

Assim, Walsh apresenta um plano de emagrecimento cujo foco é a alimentação consciente. Nada de delivery, fast food, rodízios ou comida congelada. A chave para a perda de peso é comer comida fresca e saudável, em casa, com a família, sem ceder às tentações e trocando horas em frente à TV por exercícios físicos, que podem ser feitos até em casa. Esse processo exige uma organização que engloba a casa e também os afazeres diários.

Maus hábitos

Para o autor, é possível, sim, mudar o comportamento e livrar-se dos maus hábitos em pouco tempo. O primeiro passo, recomenda Walsh, é descrever como é a vida que se quer ter - englobando casa, trabalho, relacionamentos e corpo. "Depois de ter as respostas em mente, é hora de acabar com a bagunça. O que fica e o que vai embora é determinado pela resposta à seguinte pergunta: ‘este item me leva para mais perto ou mais longe da vida que eu quero?’ Ter em mente a vida que se quer muda a vida que se vive."

Andressa Zanandrea

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG