Aumenta pressão contra PSDB na CPI dos Cartões

A pressão contra o PSDB se intensificou hoje na sessão da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Cartões Corporativos e a base governista ameaçou brecar os trabalhos se o senador Álvaro Dias (PSDB-PR) não for afastado da comissão. O senador tucano está sendo acusado de vazar o suposto dossiê elaborado pela Casa Civil, com as despesas do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso para a revista Veja.

Agência Estado |

O deputado Carlos William (PTC-MG) afirmou que a CPI não teria condições de votar nenhum requerimento hoje. Na mesma linha, o deputado Silvio Costa (PNM-PE) enfatizou: "O senador Álvaro Dias saiu da condição de investigador para suspeito". Outro integrante da base governista, o deputado Paulo Teixeira (PT-SP) disse que vai pedir ao líder do PSDB, Arthur Virgílio, que substitua Álvaro Dias na CPI. Mas Virgílio disse que não o afastará.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG