Auditores da Receita propõem substituição de Cartaxo

Poucos dias depois de nomear Otacílio Cartaxo para o comando da Secretaria da Receita Federal, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, vive novo constrangimento em relação à demissão de Lina Maria Vieira do cargo de secretária. Em meio a maior crise institucional da história do órgão, o Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais (Unafisco) colocou em votação nesta quarta-feira uma lista tríplice para ser apresentada ao ministro com nomes para substituir Cartaxo.

Agência Estado |


Lina e os superintendentes demissionários lideram a votação até agora, informou o Unafisco. Na avaliação de integrantes da nova equipe de Cartaxo, a votação neste momento é uma afronta a Mantega e ao secretário recém-nomeado. A lista tríplice é uma antiga reivindicação do sindicato, mas o comando da Receita considerou o momento inoportuno, por causa do clima de instabilidade instalado no órgão.

Uma das urnas de votação está no hall principal de entrada do Ministério da Fazenda. Há um cartaz chamando os servidores para participarem do processo de votação. O presidente do Unafisco, Pedro Delarue, admitiu que o ambiente na Receita não está propício à elaboração da lista tríplice. Por isso, o movimento que deveria ser de construção de uma antiga reivindicação pode se transformar, para o sindicato, em um tiro no pé.

"Com esta crise e a forma como as pessoas foram demitidas, todos os demissionários estão encabeçando a lista em todos os lugares", afirmou Delarue. Ele disse que Lina e os ex-superintendentes da 8ª Região Fiscal (SP), Luis Sérgio Soares e da 10ª Região Fiscal, Dão Real, são os nomes mais citados. "É a antilista tríplice. Claro que estes nomes nunca serão indicados", disse Delarue.

Ele explicou que a decisão de se fazer a votação foi tomada pelo Conselho de Delegados após a demissão de Lina, enquanto Cartaxo estava como interino no cargo, e que agora não há como voltar atrás. "Não é uma insurreição contra Cartaxo. A lista pode servir para outra ocasião, quando ele deixar o cargo", afirmou.

Nesta primeira fase, que deve ir até sexta feira, todas as 76 delegacias da Receita estão colhendo os votos espontâneos dos auditores. Todos os indicados irão para votação numa segunda fase do processo. Cada uma das dez regiões fiscais enviará ao Unafisco os dois nomes mais votados entre os citados na primeira etapa de votação. Dos vinte nomes, dez serão escolhidos em votação no Conselho de Delegados Sindicais e depois, novamente, submetidos à categoria. A previsão é de que a lista tríplice só seja conhecida no final de outubro.

Leia mais sobre: Receita Federal

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG