Audi diz que processará compadre de Lula

O empresário Marco Antonio Audi, destituído pela Justiça da sociedade na VarigLog, disse hoje que abrirá mais um processo contra o advogado Roberto Teixeira, ex-procurador dele e compadre do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ao declinar do convite para também depor na Comissão de Infra-Estrutura do Senado, Teixeira incluiu Audi no rol de pessoas moralmente desqualificadas, que ocupam o banco dos réus pela prática dos mais diversos crimes - de sonegação fiscal a participação na morte de centenas de pessoas.

Agência Estado |

Audi e os empresários Marcos Michel Haftel e Luiz Eduardo Gallo, estes dois últimos também sócios destituídos da VarigLog, passaram, segundo o advogado, para a condição de acusadores e até mesmo julgadores. "Não sei o que o Roberto Teixeira quis dizer com isso (morte de centenas de pessoas), vou tentar entender e processá-lo", afirmou Audi. Como a "morte de centenas de pessoas" pode qualificar genocídio, os senadores procuraram descobrir do que se tratava tal afirmativa. Mas ninguém achou a resposta.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG