LOS ANGELES - A atriz americana Marilyn Chambers, famosa pelo clássico do cinema pornô Atrás da Porta Verde, morreu neste domingo em sua casa na Califórnia, nos Estados Unidos. Ainda não se sabe qual foi a causa da morte. Ela tinha 56 anos.

Chambers tornou-se uma celebridade em 1972, por causa de "Atrás da Porta Verde". O filme, junto com "Garganta Profunda", foi um dos primeiros filmes pornôs a chamar a atenção do grande público. Foi também uma das produções mais lucrativas da história do cinema: custou apenas US$ 60 mil, e lucrou mais de US$ 25 milhões.

Antes de estrelar o filme, Chambers ganhava a vida como modelo. Seu rosto era conhecido nos Estados Unidos por causa da propaganda de uma marca de sabão em pó. Além de "Atrás da Porta Verde", ela estrelou diversos filmes pornográficos.

Tentou também uma carreira como atriz convencional, mas não fez muito sucesso. Seu trabalho não pornográfico de maior sucesso foi "Enraivecida", filme de terror dirigido por David Cronenberg no final dos anos 1970.

Segundo a polícia de Los Angeles, será preciso fazer uma autópsia para saber a causa de sua morte. O corpo foi encontrado pela filha da atriz, em sua casa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.