Atrito interno teria motivado renúncia de diretor da Anac

O brigadeiro-engenheiro Allemander Jesus Pereira Filho, exonerado hoje do cargo de diretor de Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), alegou motivos pessoais em sua carta de renúncia ao cargo entregue ao ministro da Defesa, Nelson Jobim, na segunda-feira. Na carta, Allemander afirma ainda que o pedido é em caráter irrevogável.

Agência Estado |

No período de sete meses como diretor da Anac, Allemander teria acumulado uma série de atritos com a diretora-presidente da agência reguladora, Solange Paiva Vieira, o que estaria por trás do seu pedido de afastamento.

Segundo a assessoria do ministério da Defesa, o ministro Jobim encaminhou a carta à Casa Civil no mesmo dia, mas só tratará do substituto do brigadeiro na próxima semana, quando retornará de uma viagem que está fazendo a países vizinhos da América do Sul. Até o momento, de acordo com a assessoria, ainda não há nomes sendo cogitados. O ex-diretor da Anac era responsável pela área de segurança operacional e assumiu o cargo em outubro do ano passado em substituição a Jorge Luiz Brito Velozo, também brigadeiro da aeronáutica, para cumprir um mandato que terminaria em 2011.

A assessoria da Anac informou que o ex-diretor participou ontem, pela última vez, da reunião de diretoria, realizada no Rio de Janeiro na qual se despediu dos colegas. Enquanto não houver um substituto, a área de segurança operacional passará à responsabilidade da presidente Solange Paiva, de acordo com a assessoria da Anac.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG