Atos secretos: MPF irá à Justiça contra Agaciel e Zoghbi

O Ministro Público Federal (MPF) decidiu entrar na Justiça com uma ação por improbidade administrativa contra os ex-diretores do Senado Agaciel Maia e João Carlos Zoghbi. Os dois, na avaliação do MPF, são os responsáveis administrativos pela edição de atos secretos nos últimos 15 anos.

Agência Estado |

Os procuradores vão pedir a abertura de processo contra eles, recomendando, entre outras penas, a demissão do serviço público, além de exigir ressarcimento ao Erário de benefícios supostamente acumulados com os boletins sigilosos.

A ação está recebendo os últimos retoques e será protocolada na primeira quinzena de agosto. Será o primeiro pedido de abertura de processo judicial sobre os atos secretos, cuja existência foi revelada pelo jornal O Estado de São Paulo no dia 10 de junho. A decisão do MPF é resultado do inquérito civil aberto pela procuradora da República Anna Carolina Resende. A ação contra Agaciel e Zoghbi deve ser assinada por ela e outros colegas de investigação.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG