Atores e sindicatos de Hollywood quase no fim da disputa trabalhista

O longo conflito trabalhista entre os atores e os estúdios de Hollywood está perto de ser solucionado depois de várias semanas de negociações discretas, informou nesta segunda-feira o jornal Los Angeles Times.

AFP |

O Sindicato dos Atores (SAG), o mais importante do país, e a Aliança de Produtoes de Cinema e Televisão (AMPTP) estão perto de resolver suas diferenças, segundo o jornal.

O contrato por três anos que estabelece as condições de trabalho dos atores nos Estados Unidos venceu em 30 de junho de 2008. Desde então, os artistas continuam a trabalhar apesar da inexistência de um novo acordo.

Oficialmente, os negociadores de ambas as partes não retomaram as discussões desde o fracasso das negociações em fevereiro, no entanto o Los Angeles Times cita fontes ligadas ao sindicato e à patronal para assegurar que há várias semanas são realizadas discussões discretas.

Nem o SAG nem a AMPTP confirmaram estas informações.

O SAG reclama uma alta nos salários dos atores que recebem menos de 100.000 dólares anuais, e um aumento nos dividentes da venda de DVDs e da comercialização e projeção de filmes e séries de TV na internet e novas plataformas tecnológicas.

Mas os estúdios acusam o SAG de falta de realismo ao afirmar que estas novas mídias ainda não são rentáveis.

As divergências também acontecem dentro da categoria de atores, entre uma corrente que apoia medidas de forças como uma greve e a outra que se inclina pela mediação sem interromper o trabalho por causa da difícil situação econômica nos Estados Unidos.

rcw/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG