O sindicato de atores de cinema e televisão dos Estados Unidos chegou a um acordo de princípio com a aliança de estúdios cinematográficos que põe fim a nove meses de conflito entre as partes, segundo um comunicado divulgado nesta sexta-feira.

"A Aliança de Produtores de Cinema e Televisão (AMPTP) e o Sindicato de Atores da América (SAG) anuncia que as partes chegaram a um acordo de princípio sobre novos convênios" estabelecidos num pacto básico, indicou o comunicado da AMPTP.

Os detalhes só vão ser revelados depois do sinal verde do comitê diretor do SAG, que se reunirá no próximo domingo em Los Angeles (oeste) e Nova York (leste).

Os atores lutam por uma participação maior nos lucros gerados pela venda de DVDs e a disponibilidade de filmes na internet; o SAG também pede um aumento nos salários dos atores que recebem menos de 100.000 dólares anuais.

O SAG é o maior sindicato de atores nos Estados Unidos, integrado por 120.000 membros.

pb/aic/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.