Ator Ron Perlman fica melhor atrás de uma máscara

Por Bob Tourtellotte LOS ANGELES (Reuters) - Em Hollywood, onde a beleza multimilionária vale contratos multimilionários a atores, Ron Perlman virou astro do cinema não tanto por sua aparência, mas porque fica bem atuando escondido por uma máscara.

Reuters |

Perlman, 58 anos, fez sua carreira representando diversos personagens deformados, como fez em 'La Guerre du Feu' ('Quest for Fire'), de 1981, até o papel que o tornou conhecido, o da Fera em 'Beauty and the Beast' (A Bela e a Fera), na televisão americana.

Na sexta-feira ele volta aos cinemas com o personagem baseado em história em quadrinhos Hellboy, de aparência diabólica, corpo vermelho e cauda, em 'Hellboy 2 -- O Exército Dourado'.

A ironia presente em sua ascensão ao estrelato não passa despercebida do ator, de formação clássica. Ele conta que, no início de sua carreira, o fato de trabalhar com o rosto oculto sob maquiagem pesada o ajudou a libertar-se de inibições pessoais, mas que hoje se sente 'à vontade em minha própria pele'.

Mesmo assim, diz Perlman, representar o desleixado, bizarro mas estranhamente inteligente Hellboy é um prazer tão grande que ele não se importa em passar dias debaixo de uma prótese facial elaborada, fazendo o papel.

'Hoje já não preciso da máscara tanto quanto antes', contou o ator a jornalistas recentemente. 'Então a questão passa a ser 'até que ponto terei prazer em representar um personagem com máscara?''.

'Representar Hellboy é uma honra, porque o coração do personagem é verdadeiramente mítico, legendário e épico. Ele é um personagem fenomenal com o qual passar tempo.'

De acordo com a história em quadrinhos, Hellboy 'nasceu nas chamas do inferno' e foi trazido para a Terra durante a 2a Guerra Mundial, num sinistro projeto nazista. Ainda criança, porém, foi resgatado pelo Exército americano, criado por um brilhante professor universitário e levado para trabalhar para o ultra-secreto Burô de Pesquisas e Defesa Paranormais.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG