Ator e diretor Perry Salles morre de câncer aos 70 anos

O corpo do ator e diretor Perry Salles foi cremado na tarde de hoje, no Cemitério São Francisco Xavier, no Caju, zona portuária do Rio. Salles sofria de câncer no pulmão, detectado em fevereiro, e morreu na manhã de quarta-feira aos 70 anos.

Agência Estado |

Ele estava no apartamento da ex-mulher, a atriz Vera Fisher, com quem morava desde que a doença havia sido descoberta. Muito abalada, Vera não foi à cerimônia. Ela seguiu para seu sítio em Pedra de Guaratiba, na zona oeste. A assessoria de imprensa da Rede Globo informou que ela foi dispensada das gravações da novela Caminho das Índias e só voltará ao trabalho na segunda-feira.

Perilúcio José de Almeida nasceu em 1939, no Rio de Janeiro. Foi casado por 16 anos com Vera Fisher, com quem teve uma filha, Rafaela. Ele também era pai de Romeu, Rômulo e Renata. O quinto filho, Rodrigo, morreu num acidente de moto em 1990, aos 20 anos. Na TV, Perry atuou em novelas como O Clone (2001) e Mandala (1987), quando interpretou seu personagem mais marcante, Laio. Ele também atuou no cinema. Seu último filme foi Espelho d'Água - Uma Viagem no Rio São Francisco, de 2004. Fez carreira principalmente no teatro, em peças como Porcelana Fina, Confidências, em que foi dirigido pela ex-mulher, A Primeira Noite de um Homem, em que contracenava com Vera Fischer e a filha Rafaela, entre tantas outras.

    Leia tudo sobre: novelaperry sallesteatrotelenovelavera fisher

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG