Ator Charlie Sheen é detido por acusação de violência doméstica

Por Steve Gorman LOS ANGELES (Reuters) - O ator Charlie Sheen, estrela do seriado Two and a Half Men, foi preso na sexta-feira sob acusação de violência doméstica na estação de esqui da cidade de Aspen, no Colorado, disse a polícia.

Reuters |

Sheen, 44, foi detido sob acusações de agressão, ameaça e conduta criminosa, todas "relacionadas a um componente de violência doméstica", disse a polícia de Aspen em comunicado.

O comunicado informa que Sheen permanecerá detido sem direito a fiança até que se apresente diante do tribunal do condado de Pitkin, no Colorado. Entretanto, nenhuma data para isso foi determinada.

A polícia não identificou a pessoa que Sheen teria agredido. Mas o site de notícias Radar Online noticiou que a prisão do ator aconteceu após ele ter empurrado sua mulher, Brooke Mueller, durante uma briga.

O porta-voz de Sheen, Stan Rosenfield, não confirmou nem negou a informação, mas afirmou que o casal "estava de férias de Natal" em uma residência da família de Mueller em Aspen no momento da prisão.

Rosenfield negou-se a fazer mais comentários, a não ser por dizer: "não se confundam com as aparências. As aparências e a realidade podem ser tão diferentes quanto a noite e o dia. Seria melhor para todos não apressar as conclusões".

Sheen e Mueller, 32, ficaram noivos em julho de 2007 e se casaram em maio do ano seguinte. A ex-atriz e corretora de imóveis, terceira mulher de Sheen, deu à luz gêmeos em abril deste ano.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG