Atividade industrial de SP sobe, humor do setor melhora

SÃO PAULO (Reuters) - A atividade da indústria paulista cresceu em fevereiro na comparação mensal, mas caiu fortemente em relação ao patamar de igual período do ano passado, enquanto o humor do empresário do setor apresentou ligeira melhora em março. Os dados são de pesquisas divulgadas nesta quinta-feira pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

Reuters |

O Índice de Nível de Atividade subiu 1,1 por cento no mês passado ante janeiro, segundo dados com ajuste sazonal. Em relação a fevereiro de 2008, o INA caiu 15,4 por cento. Sem ajuste sazonal, a atividade subiu 0,8 por cento em fevereiro sobre janeiro.

No primeiro bimestre, o índice acumula queda de 15,6 por cento.

A Fiesp informou ainda que revisou para baixo o dado de janeiro, para alta de 2,5 por cento sobre dezembro com ajuste sazonal, ante a divulgação preliminar de alta de 6,2 por cento.

Em fevereiro, entre os setores, os destaques foram Produtos Têxteis, com alta da atividade de 4,2 por cento mês a mês com ajuste sazonal, e Veículos Automotores, com avanço de 6,7 por cento.

O nível de utilização da capacidade instalada da indústria caiu para 77,6 por cento em fevereiro, ante 78,6 por cento em janeiro e 83,5 por cento em igual mês de 2008, com ajuste sazonal.

Outro levantamento da Fiesp apontou que o indicador Sensor --um índice antecedente que mede o sentimento do industrial sobre a atividade do setor-- subiu para 50,4 pontos na segunda quinzena de março, ante 49,0 na primeira.

É a primeira vez desde outubro passado que o Sensor fica acima da linha de 50 que divide o pessimismo do otimismo.

Por outro lado, o componente de emprego manteve-se em queda, para 47,9 pontos na segunda quinzena deste mês, ante 48,6 na primeira.

(Por Daniela Machado; Edição de Vanessa Stelzer)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG