Atendimento psicológico gratuito a pacientes com linfomas

Atendimento psicológico gratuito a pacientes com linfomas Por Deborah Bresser São Paulo, 25 (AE) - Febre, sudorese noturna, perda de peso e emagrecimento são sintomas difusos, que podem acometer doentes de males diversos - entre eles o linfoma. A ausência de sinais claros da presença da doença acaba comprometendo, muitas vezes, a realização de um diagnóstico precoce, o que seria o caminho mais curto para o tratamento.

Agência Estado |

Para piorar, o câncer dos gânglios linfáticos se manifesta com um aumento desses gânglios.

"A principal razão porque um gânglio aumenta é infecção, é comum o sujeito ter dor de garganta e gânglio na região inguinal. Se o gânglio não diminuir sozinho e não houver um quadro de infecção, é recomendável pesquisar a causa", aconselha Nelson Hamerschlak, coordenador do programa de hematologia e transplante de medula óssea da onco-hematologia do Hospital Israelita Albert Einstein.

"O linfoma é a sexta causa mais freqüente de câncer. Estatísticas apontam que há 54 mil novos casos nos Estados Unidos por ano, com 20 mil mortes. No Brasil, os dados são incipientes. O que sabemos é que a incidência entre jovens de 20 anos é de 4 para 100 mil habitantes. Aos 70 anos é de 80 para 100 mil. Como estamos vivendo mais, possivelmente teremos mais casos de linfoma", alerta o onco-hematologista do Hospital Sírio Libanês, Celso Massumoto, especialista em leucemia e linfoma.

Para Merula Steagall, presidente da Associação Brasileira de Linfoma e Leucemia, "o linfoma é um câncer e, como qualquer oncologia, ele é ‘silencioso’. O diagnóstico precoce pode salvar vidas." A associação oferece atendimento psicológico e jurídico grátis. Detalhes no site www.abrale.org.br ou pelo 0800 7739973.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG