Até 1,1 milhão veículos devem ir em direção à Baixada Santista; veja outras rodovias

SÃO PAULO - A Ecovias espera que entre 840 mil e 1,1 milhão veículos passem pelas rodovias Anchieta e Imigrantes até o dia 3 de janeiro.

iG São Paulo |

A Operação Descida (7x3) será implantada no dia de Natal, das 16 às 19h e no sábado, dia 26, das 8 às 18h.

Os veículos que descem a serra terão como opção as duas pistas da via Anchieta e a pista Sul da rodovia dos Imigrantes. A subida será feita pela pista norte da rodovia dos Imigrantes.

Entre as 19h da sexta e 8h do sábado, o SAI opera normalmente, no esquema 5x5, com descida pelas pistas sul das rodovias Anchieta e Imigrantes e subida pelas pistas norte das duas rodovias.

No domingo, dia 27, a previsão é de que seja implantada a Operação Subida (2X8), das 18 às 24 horas. Os motoristas que saem da Baixada Santista podem subir pelas as pistas Norte e Sul da Imigrantes e a pista Norte da Anchieta.

Na próxima semana, a operação descida será implantada nos dias 28 (segunda), das 14 às 20 horas; 29 (terça), das 8 às 22 horas; 30 (quarta), das 8 às 24 horas; e 31 (quinta), das 0 às 21. Nos horários intermediários, o SAI opera em 5X5.

Segundo a Ecovias, os horários das operações estão sujeitos a mudanças conforme o fluxo de veículos.

Castello Branco e Raposo Tavares

Cerca de 1 milhão de veículos devem passar pelas rodovias Raposo Tavares e Castello Branco, que ligam a capital paulista ao interior do Estado, no feriado de Natal e Ano Novo, segundo previsão da concessionária Ecovias.

No Natal, a operação terá início à 0h do dia 24 e irá até as 24h de domingo, período em que são previstos 420 mil veículos. Os horários de pico devem ser: 24 de dezembro, das 8h às 18h; 25, das 8h às 12h, e 27, das 16h às 21h.

Para o Ano Novo, a expectativa é de 390 mil veículos nos dois sentidos. A operação terá início à 0h do dia 31 de dezembro (quinta-feira) e se estenderá até as 24h de domingo (03), sendo que os piores horários para o motorista devem ser nos dias 31, das 8h às 17h; 1º de janeiro, das 8h às 12h, e dia 3, das 15h às 22h.

Nova Dutra

A Concessionária Nova Dutra espera que cerca de 234 mil veículos saiam de São Paulo e 164 mil veículos deixem o Rio de Janeiro entre a 0h de quarta-feira (23) e a meia-noite de quinta (24). O pico de movimento deve ficar concentrado entre 16h e 21h do dia 23 e, entre 7h e 13h, o dia 24.

Para melhorar a fluidez do tráfegol, a Nova Dutra vai paralisar as obras com interdição de faixas da rodovia a partir do dia 24/12. A empresa alerta os motoristas para evitarem retornar de viagem no domingo, dia 27, entre 16h e 20h.

Interior de São Paulo

A Intervias, concessionária que administra trechos das rodovias SP 330 (Anhanguera); SP 147 (Deputado Laércio Corte); SP 147 (Engenheiro João Tosello); SP 147 (Monsenhor Clodoaldo de Paiva); SP 191 (Wilson Finardi); SP 215 (Vicente Botta); SP 215 (Dr. Paulo Lauro); SP 352 (Com. Virgolino de Oliveira); SPI 165/330 e SP 157/340, estima que aproximadamente 343 mil veículos passem por suas rodovias neste final de ano. O dia de maior tráfego deve ser na sexta-feira, dia 25, com previsão de 102 mil veículos.

No domingo (dia 27), data da volta para casa, o movimento deve chegar a 70 mil veículos em todo Sistema.  Estarão em operação 30 viaturas, entre ambulâncias, guinchos, veículos de inspeção de tráfego, carretas de apreensão de animais e caminhões pipa.

Campinas e Sul de Minas

Cerca de 78 mil veículos devem passar pelo Pedágio Jaguariúna (SP-340 km 123), sentido Campinas e sul de Minas no feriado prolongado de Natal, entre os dias 24 e 27, conforme estimativa da concessionária Renovias.

Os usuários devem evitar trafegar das 9 às 14 horas do dia 24, quando esperamos maior movimento, recomenda o gerente de operações de tráfego Rogério Bahú.

No retorno, o fluxo deve ser mais intenso das 17 às 21 horas do dia 27.

Bahú alerta para os cuidados ao volante, principalmente em relação à distância de segurança. Um volume significativo de acidentes acontece por colisão traseira, o que poderia ser facilmente evitado se os motoristas respeitassem essa distância, argumenta.

Leia mais sobre: estradas

    Leia tudo sobre: ano novoestradasnatal

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG