Ataque ao Twitter teria como alvo internauta pró-Geórgia

O ataque cibernético que paralisou o site de microblogs Twitter e perturbou Facebook e Livejournal na quinta-feira teria como objetivo silenciar um blogger pró-Geórgia, anunciou nesta sexta-feira a empresa F-Secure, especializada em segurança na Internet.

AFP |

O ataque de quinta-feira tirou o Twitter do ar por mais de duas horas.

Segundo Mikko Hyponnen, da F-Secure, os ataques tinham como alvo um blogger batizado "Cyxymu", que se define como pró-georgiano.

"Os criminosos que estão por trás destes ataques são, muito provavelmente, nacionalistas russos que queriam silenciar um adversário visível demais", declarou Hyponnen.

Em e-mail enviado à AFP, Biz Stone, co-fundador do Twitter, admitiu a conotação "geopolítica" dos ataques, mas considerou "impróprio especular sobre as motivações".

Stone afirmou que sua empresa está trabalhando em estreita cooperação com as outras companhias "atingidas" para tratar de resolver os problemas provocados por este ataque.

Para Mikko Hyponnen, "atacar um site como o Facebook é como bombardear uma rede de TV porque um único apresentador não lhe agrada".

"Os danos colaterais são enormes", explicou, destacando que os perfis de "Cyxymu" no Facebook e no Livejournal continuavam fora do ar nesta sexta-feira.

No entanto, o ataque parece ter se voltado contra os próprios autores: o número de internautas que tentaram acessar o Twitter de "Cyxymu" dobrou logo após o ataque, chegando a 642.

gc/yw/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG