Publicidade
Publicidade - Super banner
Brasil
enhanced by Google
 

Associação de bares vai ao STF contra Lei Seca

A Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) ajuizou hoje, no Supremo Tribunal Federal (STF), ação declaratória de inconstitucionalidade contra a lei federal 11.705/08, a chamada Lei Seca.

Agência Estado |

Na avaliação do presidente-executivo da Abrasel, Paulo Solmucci Júnior, as novas regras excedem os objetivos de sua criação. Ele afirmou que a lei brasileira anterior já era bastante rigorosa e que o maior problema é a falta de fiscalização.

Solmucci disse que a lei é inconstitucional, pois obriga o cidadão a produzir prova contra si mesmo ao assoprar o bafômetro. "Caso a pessoa se recuse a fazer o teste do bafômetro ela sofrerá as mesmas punições de quem estiver embriagado, ou seja, multa, apreensão da carteira e do veículo."

Segundo ele, a lei também infringe outros direitos constitucionais, como o de não ser considerado culpado até que a decisão judicial transite em julgado. No entanto, ele afirmou que a entidade é totalmente contra a combinação "bebida e direção", mas acredita que a nova lei não seja o caminho certo para evitar as ocorrências.

Apesar dos protestos, as fiscalizações continuarão intensas. A Polícia Militar (PM) de São Paulo informou que fará amanhã a operação Direção Segura, para fiscalizar o cumprimento da Lei Seca na capital paulista. Atuarão nas blitze 214 homens. Serão usados 25 bafômetros e um guincho ficará a disposição dos policiais. As batidas serão intensificadas nos arredores de bares e boates.

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG