A Associação de Atores da Argentina interrompeu as filmagens de Tetro, do diretor americano Francis Ford Coppola, por irregularidades na apresentação dos contratos trabalhistas, informou nesta sexta-feira uma fonte sindical.

"Os inspetores do sindicato de atores suspenderam as filmagens devido a não apresentação dos contratos dos atores que participam do filme", afirmou Daniel Valenzuela, diretor da entidade sindical.

As filmagens de "Tetro", do premiado diretor de "O oderoso Chefão" e "Apocalypse Now", foram interrempodias em Pilar, região da periferia, ao norte de Buenos Aires, segundo Valenzuela.

De acordo com o dirigente, os responsáveis pela produção já haviam sido notificados na última terça-feira de que deveriam regularizar a situação em 48 horas, mas como isso não foi feito, as filmagens foram suspensas.

No entanto, Velenzuela contou que na quinta-feira os diretores da Zoetrope, a produtora que Coppola criou na Argentina, se comprometeram a resolver o problema sindical.

O filme, que retrata a história de uma família oriunda da Itália envolvida por rivalidades, tragédias e traições, é protagonizado pelo ator americano Vincent Gallo e conta com as participações das espanholas Carmen Maura e Maribel Verdú.

lt/cl/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.