O candidato à Prefeitura de São Paulo pelo PP, Paulo Maluf, rebateu hoje, em nota oficial, as informações divulgadas hoje no site da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) sobre candidatos a prefeito e vice-prefeitos nas 26 capitais do País que respondem a processos na Justiça, a chamada a lista suja. Por intermédio de sua assessoria de imprensa, Maluf afirma que as acusações nesses processos não tem base legal, jurídica ou administrativa.

Conforme o site da AMB, o candidato do PP responde a sete ações na Justiça.

"O Estado de Direito seria melhor conduzido sem politização dos juízes. Juízes não devem se meter em política. Juiz só fala nos autos", afirmou Maluf, no comunicado. Na nota, o candidato à Prefeitura da capital paulista afirma ainda que "tem 41 anos de vida pública e foi o mais realizador prefeito da cidade e governador do Estado".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.