Tamanho do texto

A principal assessora da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, foi nomeada para a função de membro efetivo do Conselho Fiscal do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), segundo publicado nesta segunda-feira no Diário Oficial da União (DO).

Erenice é secretária-executiva da Casa Civil e é apontada como responsável pela montagem do suposto dossiê com gastos do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, sua esposa, Ruth Cardoso e ex-ministros.

Erenice vai substituir César Acosta Rech, cuja exoneração a pedido, também foi publicada nesta segunda-feira. Pela nova função, Erenice receberá verba adicional.

Vazamento de dados

Quinze dias depois de prometer investigar a confecção de um dossiê e o vazamento dos dados coletados em um arquivo da Casa Civil com os gastos do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e da ex-primeira dama Ruth Cardoso, o governo continua sem convocar a Polícia Federal para investigar o caso. A convocação da PF foi discutida no fim de semana em conversas do ministro da Justiça, Tarso Genro, com assessores do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Leia mais

Leia mais sobre: dossiê - Erenice

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.