Assessor confirma que Alencar pode deixar UTI amanhã

O presidente da República em exercício, José Alencar, já se sente bem e pode deixar a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) cardiológica do Hospital Sírio-Libanês amanhã. A informação foi confirmada pelo chefe de gabinete de Alencar, Adriano Silva, que se encontrou com ele hoje.

Agência Estado |

"Se deixasse por conta dele, ele já teria saído da UTI", afirmou. Segundo Silva, Alencar acordou por volta das 6 horas e pediu para os médicos que ligassem a televisão para que pudesse ver notícias sobre seu estado de saúde nos jornais. Mais cedo, Roberto Kalil Filho, um dos médicos coordenadores do tratamento de Alencar, já havia revelado a possibilidade de o presidente em exercício deixar a UTI amanhã.

"Agora mesmo estive com ele. Ele estava sentado, de pernas cruzadas, e conversava bastante. Ele me cobrou uma série de coisas, principalmente assuntos que estavam na pauta desde ontem", disse. Ainda de acordo com Silva, Alencar vai descansar até amanhã. "O dia foi muito intenso para ele." O chefe de gabinete fez questão de destacar o bom humor de Alencar. Segundo ele, ontem, ao saber que sua cirurgia estava marcada para o meio-dia, Alencar brincou ao questionar se os médicos não estariam com fome ou com sono para operá-lo. "Esse é o espírito de José Alencar. Ele está muito animado, muito otimista e tudo vai dar certo."

Ainda não há confirmação sobre a visita do presidente Luiz Inácio Lula da Silva na noite de hoje. O avião que transporta o presidente de L'Aquila, na Itália, para o Brasil deve fazer uma escala em Natal (RN) entre 20h e 21h. O presidente planeja visitar seu vice tão logo chegue ao País. No entanto, a visita pode ser adiada dependendo do horário que Lula chegue a São Paulo.

Alencar luta contra o câncer há 12 anos. Em 25 de janeiro, o vice-presidente foi submetido à mais radical intervenção cirúrgica desde a descoberta da doença. Em uma cirurgia de alto risco, com duração de 18 horas, os médicos retiraram tumores do abdome do paciente. Ele ficou 27 dias internado, nove deles na UTI.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG