Assembleia Legislativa do Paraná abre sindicância para apurar caso do deputado Carli Filho

CURITIBA ¿ A Assembleia Legislativa do Paraná decidiu abrir um processo de sindicância para apurar uma possível ¿quebra de decoro parlamentar¿ por parte do deputado Luiz Fernando Ribas Carli Filho (PSB). O deputado se envolveu em um grave acidente que resultou na morte de dois jovens em Curitiba. Testemunhas e médicos que fizeram o primeiro atendimento informam que ele estava alcoolizado.

Redação |

De acordo com a assessoria da Assembleia, o primeiro passo do processo é esta a abertura da apuração, que não pode durar mais de 30 dias. Em seguida, Carli Filho deve ser notificado no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, onde está internado. A partir de então, o deputado terá 10 dias para apresentar sua defesa.

Apresentada a defesa, a Corregedoria da Assembleia deve levantar mais informações para que o corregedor possa formar sua opinião do caso. E, é só após este processo, que o relatório das investigações poderá guiar um processo de cassação de Carli Filho.

Estado de saúde

O último boletim divulgado sobre o estado de saúde do deputado informa que ele foi operado no último dia 14 para correção das múltiplas fraturas de crânio e face. Carli Filho está consciente e internado na Unidade de Terapia Intensiva para recuperação, segundo o Hospital Israelita Albert Einstein. Ainda não há previsão de alta.

Leia mais sobre: Carli Filho

    Leia tudo sobre: carli filho

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG