Assembléia gaúcha aprova relatório da CPI do Detran

O relatório da CPI do Detran foi referendado hoje por 35 votos a 13 pelo plenário da Assembléia Legislativa do Rio Grande do Sul. O texto do deputado Adilson Troca (PSDB) já havia sido aprovado na Comissão, que encerrou seus trabalhos na sexta-feira, por nove votos a três.

Agência Estado |

Nas conclusões, o relator limitou-se a apontar como culpados pela fraude que desviou R$ 44 milhões da autarquia gaúcha nomes que já haviam sido indiciados em inquérito da Polícia Federal, não fez qualquer referência à governadora Yeda Crusius (PSDB) e explicou que não havia motivos para responsabilizar os ex-secretários Ariosto Culau, Cézar Busatto, Delson Martini e Marcelo Cavalcante, e nem o presidente do Tribunal de Contas do Estado, João Luiz Vargas, e o deputado federal José Otávio Germano (PP) por irregularidades.

Os deputados do PT, que queriam o indiciamento dos políticos por participação ou omissão, elaboraram um voto em separado, que vão encaminhar ao Ministério Público de Contas, ao Ministério Público Estadual e ao Ministério Público Federal pedindo mais investigações para o caso.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG