Assembleia do RS aprova pacote para servidores

A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul aprovou uma série de aumentos propostos pelo governo do Estado para servidores do Executivo e do Judiciário. Hoje os deputados concordaram com o reajuste de 4% em setembro e mais 2% em março do ano que vem para os vencimentos básicos do quadro geral dos funcionários públicos e técnicos científicos, beneficiando cerca de 26 mil servidores a um custo de R$ 20 milhões por ano.

Agência Estado |

O projeto mais polêmico, de reajuste semelhante para os 150 mil servidores ativos e inativos do magistério, não entrou em votação até o início da noite. Se aprovado, vai elevar em R$ 57,6 milhões por ano os gastos com folha de pagamento do Executivo.

Os aumentos são parte de um pacote maior proposto pelo governo do Estado. Ontem os deputados aprovaram reajuste de 8,88% para o Judiciário e Tribunal de Contas, elevando os subsídios dos desembargadores para R$ 24.117,00, a um custo anual de R$ 49 milhões para os cofres públicos. Também confirmaram aumento diferenciado, a índices que variam de 4% a 17,3%, para servidores da área da Segurança Pública, que, conjuntamente, custarão R$ 165 milhões a mais por ano.

Além dos reajustes, a Assembleia aprovou a alteração do valor do vale-refeição do funcionalismo, de R$ 4,35 para R$ 6,33. O custo total do pacote é estimado extraoficialmente em R$ 365 milhões.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG