A polícia de Campo Grande não encontrou até o final da tarde de hoje (08) qualquer pista sobre o trabalhador rural Fagner Gonçalves, de 26 anos. Ele continua foragido desde a madrugada de ontem (07), quando atropelou e arrastou por 15 quilômetros o soldado do Exército Leonardo Sales da Silva, de 19 anos.

Segundo o delegado Roberval Maurício, responsável pela investigação, o período para que Fagner pudesse ser preso em flagrante venceu às 13h de hoje, mas existem duas ordens de prisão contra o acusado, sendo uma por agressão e outra por falta de pagamento de pensão alimentícia.

Todas as delegacias da Polícia Civil, polícias rodoviárias federal e estadual receberam fotos e informações sobre o procurado. Além desse procedimento, parentes, amigos e colegas do 18º Batalhão Logístico do Comando Militar do Oeste, onde a vítima servia, estão ajudando as autoridades nesse sentido.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.