A Polícia Civil encaminhou hoje para o Instituto de Criminalística material genético de Fernando Ribeiro da Costa, de 22 anos, que no sábado confessou ter assassinado quatro familiares, em Unaí, a 580 quilômetros de Belo Horizonte, no noroeste mineiro. De acordo com o delegado Celso Ávila Prado, a intenção é possibilitar ligar o autor à cena do crime.

A polícia também está colhendo elementos para confrontar o depoimento do jovem com informações prestadas por familiares e testemunhas do crime que já foram ouvidas.

Conforme relatou à polícia, Fernando matou, na madrugada de sábado, seu pai, o motorista de ônibus Walderci Ribeiro dos Santos, de 48 anos; a mãe, a dona de casa Maria Conceição da Costa, de 35 anos; e as irmãs Samara Ribeiro da Costa, de 18 anos; e Amanda Ribeiro da Costa, de dez anos. Fernando disse ter cometido os crimes a golpes de canivete na residência da família.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.