Os três assaltantes que invadiram uma agência bancária na Avenida do Cursino, Jardim da Saúde, zona sul da capital paulista, foram detidos depois das 21h após uma série de ações desastrosas e a entrada do Grupo de Apoio Tático Especial (Gate) no local. Dois deles ficaram levemente feridos.

Segundo o tenente Maurício Bijarta, que comandou a operação, foram feitos nove reféns na tentativa de roubo. A agência foi invadida por volta das 18h.

Ao invadir a agência, a polícia foi avisada pelos bandidos que um dos dois malotes de dinheiro em poder dos ladrões teria um granada. Ao recuperar os malotes, o Gate verificou que era apenas uma réplica. Eles estavam armados com pistolas de 9 milímetros.

Segundo a Polícia Militar, o último homem a ser capturado foi encontrado escondido no forro, enquanto outro tentava fugir pelo duto do ar-condicionado após se ferir com objetos cortantes no tudo. Já o primeiro assaltante precisou ser socorrido após efetuar um disparo e ficar surdo em decorrência do barulho da explosão. Os dois últimos foram levados ao pronto-socorro por conta dos acidentes na ação. Os três serão apresentados às 22h, em coletiva de imprensa no 16º DP (Vila Clementino).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.