Assaltante mantém gerente do BB como refém em MS

Um dos gerentes da agência do Banco do Brasil (BB) em Campo Verde, a 130 quilômetros de Cuiabá, no sul de Mato Grosso, Marco Bernardelli está há mais de 13 horas em poder de um assaltante não identificado, que fez hoje quatro reféns - três foram liberados ao longo do dia. O bandido ameaçava à noite explodir uma bomba e exigia R$ 50 mil em dinheiro, além de um carro para fugir, com a garantia de que não será perseguido.

Agência Estado |

Com dois revólveres calibre 38 e uma mochila, o assaltante chegou à agência usando um capuz. Disparou pelo menos quatro tiros e as pessoas que estavam nos caixas eletrônicos saíram correndo. Em seguida, ele rendeu dois gerentes de contas, um vigia e faxineira. No início da noite, o assaltante liberou o gerente Marcus Aurélio Silva e a segurança Marinez Teixeira da Silva. Antes, permitiu que a faxineira da agência, Ana Rocha, de 54 anos, que é hipertensa e passava mal, deixasse o banco. O coronel Ricardo Almeida Gil, comandante da Polícia Militar na região, assegurou que a agência não será invadida para preservar a vida do refém.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG