Assaltante apresenta queixa contra assaltado em Belo Horizonte

¿A ninguém é dado o direito de fazer justiça com as próprias mãos¿. Esse foi o argumento de um homem que, após tentar assaltar uma padaria em Belo Horizonte (MG) e ter o nariz quebrado pelo dono do estabelecimento, prestou queixa dizendo que foi vítima de agressão.

Redação |

Acordo Ortográfico

A queixa do acusado foi considerada uma afronta ao Judiciário pelo juiz Jayme Silvestre Corrêa Camargo, da 2ª Vara Criminal de Belo Horizonte. Ele disse que este talvez seja o caso de maior aberração postulatória e que, sem dúvidas, trata-se de deboche.

O juiz afirmou, em nota à mídia, que o comerciante agiu em legítima defesa, sem nenhum excesso, já que teria apenas buscado garantir a integridade física de sua funcionária e, por desdobramento, seu próprio patrimônio. Os nomes do assaltado e do ladrão, preso em flagrante, não foram divulgados.

Leia mais sobre: assaltos

    Leia tudo sobre: assalto

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG