SÃO PAULO - A Marinha do Brasil instaurou inquérito policial militar para apurar as causas e as circunstâncias do acidente que causou a morte de um aspirante no arquipélago de Alcatrazes, em São Sebastião, no litoral norte de São Paulo, no último sábado.

De acordo com nota divulgada pela Marinha nesta segunda-feira, o aspirante Alexandre Lopes de Almeida, de 21 anos, aluno da Escola Naval, foi atingido pelo projétil de uma metralhadora antiaérea fixa durante um treinamento a bordo de um navio.

Leia mais sobre: marinha

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.