Artista brasileiro apresenta exposição sobre religião na Espanha

Valência (Espanha), 25 fev (EFE).- O brasileiro Nelson Leirner e o português Albuquerque Mendes apresentam suas propostas idealistas, pagãs e cristãs com um diálogo intercultural latino-americano, em uma exposição que abre hoje no Instituto Valenciano de Arte Moderna (Ivam), em Valência.

EFE |

A mostra "Caminho de santos. Nelson Leirner e Albuquerque Mendes", que termina no dia 26 de abril, reúne 100 grandes desenhos emoldurados em barro, figuras em miniatura, caminhões e barcos de madeira, retratos de santos e fileiras de pratos que questionam o sentido, as normas e o alcance dos rituais.

A diretora do museu, Consuelo Ciscar, qualificou Leirner e Mendes de "dois iluminadores de nossa experiência, já que percorrem trajetórias de sentimentos e sentidos a partir de origens e argumentos diferentes".

A curadora da mostra, Isabel Durán, afirmou que "Leirner e Mendes apresentam uma obra comum que estabelece um diálogo entre duas culturas irmãs e entre duas formas de entender a transcendência da vida".

Durán explicou que "o que 'Caminho de santos' propõe é uma espécie de tapeçaria plástica, tecida a quatro mãos, com uma série de histórias que se cruzam".

A curadora ressaltou que "tanto Nelson Leirner quanto Albuquerque Mendes questionam o sentido e alcance dos rituais e das cerimônias, até virá-los de cabeça para baixo e mostrar seu outro lado, o que habitualmente não vemos".

Mendes qualificou Leiner como "um criador pagão e supersticioso", enquanto se referiu a si mesmo como "um cristão que faz da religião o centro de tudo". EFE fal/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG