Os congestionamentos em São Paulo vão além dos limites da capital. Há gargalos de tráfego em pelo menos 40 pontos de grandes rodovias no interior paulista, nas proximidades de Campinas, São José dos Campos, Santos, Sorocaba e São Bernardo, segundo a Agência Reguladora de Transportes do Estado de São Paulo (Artesp).

Todos os dias, notam-se filas de veículos em Dutra, Anchieta, Anhangüera, Bandeirantes, Raposo Tavares, Régis Bittencourt e Dom Pedro I, entre outras estradas.

Nos horários de pico, o trânsito é pior do que na Avenida dos Bandeirantes, na capital - considerando uma sexta-feira no fim de tarde, às vésperas de um fim de semana prolongado, quando o movimento ultrapassa os 5 mil veículos por hora. No acesso a Jundiaí pela Anhangüera, por exemplo, perde-se meia hora para percorrer uma só área, onde o movimento ultrapassa 37 mil veículos por hora.

Os gargalos surgem até em fins de semana. Na Fernão Dias, o trecho concedido em fevereiro apresenta engarrafamentos de Mairiporã a Atibaia, entre o km 35 e o km 65, principalmente nas sextas-feiras e domingos à noite. Nesses dias, a estrada é utilizada para ida e volta de chácaras e casas de campo. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.