Arte latino-americana é tema de exposição no Instituto Tomie Ohtake

SÃO PAULO ¿ Começa nesta quinta-feira (12) no Instituto Tomie Ohtake, em São Paulo, a exposição Latitudes: Mestres Latino-Americanos na Coleção Femsa. A mostra reúne 41 obras de diversos artistas da América Latina e Caribe, incluindo nomes como os mexicanos Diego Rivera e Frida Kahlo e o cubano Wifredo Lam.

Redação |

"El Grande de España (El Ángel Azul)",
de Diego Rivera (1914) / Reprodução

A Femsa é uma companhia de bebidas mexicana e tem uma das coleções privadas mais importantes da América Latina. São mais de mil obras, incluindo pinturas, esculturas, desenhos, grafismos, fotografias e instalações.

Com curadoria de Rosa María Rodríguez Garza, a exposição "Latitudes" traz um recorte pequeno mas significativo dessa coleção. As 41 obras presentes na mostra traçam um bom painel da arte latino-americana no século vinte.

É marcante, por exemplo, a influência de movimentos artísticos como o cubismo e o surrealismo na arte produzida na região. Ao mesmo tempo, também é possível perceber os esforços para retratar uma identidade nacional, assim como tratar de questões sociais.

A exposição revela a influência do cubismo nos pintores latinoamericanos, o retrato e a paisagem como testemunhos da identidade, o aporte estético da América como arte universal e a incorporação do surrealismo na plástica latino-americana.

No bloco das influências cubistas (a mostra está dividida em cinco), o destaque é a obra "El Grande de España (El Ángel Azul)", do mexicano Diego Rivera, talvez o mais importante pintor latino-americano do século vinte.

Sua esposa, a também pintora Frida Kahlo, surge com a obra "Mi Vestido Cuelga Aquí", presente no bloco dedicado à incorporação de elementos surrealistas. Ainda há obras do venezuelano Armando Reverón, do cubano Wifredo Lam e do brasileiro Iberê Camargo, entre outros.

A mostra tem abertura para o público hoje e fica em cartaz até o dia 5 de abril, de terça a domingo, das 11h às 20h. A entrada é gratuita. O Instituto Tomie Ohtake fica na Rua dos Coropés, 201, em Pinheiros, Zona Oeste de São Paulo.

Leia mais sobre: Instituto Tomie Ohtake

    Leia tudo sobre: artediego riverafrida kahloinstituto tomie ohtake

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG