Arruda recorre ao TSE para impedir eventual expulsão do DEM

BRASÍLIA - O governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda, apresentou nesta quarta-feira um mandado de segurança com pedido de liminar no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para a imediata suspensão do processo aberto pelo Democratas que poderá resultar em sua expulsão do partido.

Reuters |

A ação acontece às vésperas da reunião da executiva nacional do DEM, que deve anunciar até sexta-feira o resultado do processo contra o governador.

O partido havia marcado o julgamento do caso para quinta-feira, mas pode ser levada a adiar o prazo por algumas horas, já que Arruda tem até as 18h de quinta-feira para apresentar sua defesa.

O governador é acusado de receber propina e de montar um esquema junto a políticos e autoridades de sua base aliada. Ele nega as acusações.

    Leia tudo sobre: arruda

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG