Arruda exonera Durval Barbosa e afasta investigados

O governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda, determinou nesta noite a exoneração do secretário de Relações Institucionais, Durval Barbosa. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do governador.

Agência Estado |

Durval trabalhou infiltrado no governo de Arruda depois de fazer o acordo de delação premiada. Com equipamento de escuta sob as roupas, Durval conseguiu captar diversas conversas que baseiam o inquérito do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que investiga a distribuição de propina a parlamentares e integrantes do Governo do Distrito Federal (GDF).

Além de exonerar Durval, o governador determinou o afastamento do cargo, até a conclusão das investigações, do secretário de Educação, José Luiz Valente; do chefe da Casa Civil do Governo do Distrito Federal (GDF), José Geraldo Maciel; do chefe de gabinete da governadoria, Fábio Simão; e do assessor de imprensa Omézio Pontes, que são alvo da investigação da Polícia Federal.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG