Arquivos pessoais da ativista americana Rosa Parks serão leiloados

Os arquivos pessoais de Rosa Parks foram colocados à venda pela casa de leilões Guernsey, que espera assim colocar em uma única instituição os milhares de objetos que pertenceram a uma das maiores representantens do movimento pelos direitos dos negros nos Estados Unidos.

AFP |

"Estes arquivos compreendem milhares de artigos que vão de livros escolares de Parks até suas medalhas do Congresso", indica em um comunicado a casa Guernsey, conhecida por já ter colocado à venda objetos que pertenceram a John F. Kennedy, Elvis Presley e, inclusive, relíquias do Titanic.

A arrecadação da venda, estimada em dez milhões de dólares, será repartida entre a família Parks e um instituto que promove os direitos cívicos fundado em Detroit pelo casal Parks.

Falecida em 24 de outubro de 2005, aos 92 anos, Rosa Parks se atreveu, há 53 anos, a infringir as leis raciais ao se negar a ceder seu lugar no ônibus a um branco, o que abriu caminho para a abolição da segregação.

vmt/chl/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG