Arqueólogos identificam vestígios da casa onde George Washington passou a infância

Arqueólogos norte-americanos anunciaram nesta quarta-feira a descoberta, depois de vastas escavações, do local da casa onde George Washington passou sua infância.

AFP |

Essa descoberta foi feita em 'Ferry Farm', nome da fazenda onde aquele que seria o primeiro presidente dos Estados Unidos passou a maior parte de sua infância, situada próximo a Fredericksburg, na Virgínia (leste), 80 quilômetros ao sul da capital do país.

Os arqueólogos explicaram em uma entrevista coletiva à imprensa por telefone que realizaram diversas escavações no lugar antes de encontrar os restos das fundações, do sótão e de tábuas que cobriam as estruturas de madeira da casa.

"Sem dúvida é o local da casa onde George Washington cresceu", assegurou David Muraca, diretor arqueológico da Fundação George Washington, dona da propriedade de 45 hectares situada no condado de Stafford, às margens do rio Rappahannock.

Ao contrário do que se acreditava, não se trata de uma residência rústica e sim de uma grande construção, que incluía um entrepiso.

Os vestígios também mostram que um incêndio afetou parte da casa, às vésperas do Natal de 1740.

js/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG